12 de mai de 2012

Resenha - Jogos Vorazes

Jogos Vorazes... com toda certeza sempre irei me lembrar deste nome, o livro proporcionou a mim a mesma sensação que tive ao ler a série Percy Jackson, onde entrei em um mundo de aventuras e reflexões.  
O livro é surpreendente e não estou vendo a hora de continuar a saga e é claro ver o filme, que foi o principal motivo de eu me interessar pelo história que antes não me chamava a atenção.

Suzanne Collins é uma autora consideravelmente nova e o seu principal sucesso foi este próprio livro que se passa em um mundo totalmente diferente do nosso, onde cada lugar é chamado distrito, no total existem 12 distritos que batalham entre si para conseguir ser visualizado pela Capital que pode retribuir com comida farta e riquezas

Para que esses distritos possam ter a tal credibilidade, uma vez por ano acontece um evento mundial conhecido como Jogos Vorazes, onde 2 jovens de cada distrito com idade entre 12 e 18 anos são sorteados para entrar em um campo de batalha imenso na Capital e lutar até a morte.

O distrito 12 é um dos mais ignorados pela Capital, não só por ser o último distrito, mas também por ter ganho os jogos poucas vezes. As pessoas nunca imaginam que elas próprias podem ser escolhidas, mas ficam ansiosas para saber quem será o "sortudo" é então que no dia do sorteio, Katniss se vê no meio de uma enrascada, quando o nome de sua irmã de apenas 12 anos é pronunciado publicamente para ir aos jogos. Katniss não consegue compreender como sua irmã em sua primeira vez no sorteio consegue “ganhar”, então ela se oferece como tributo para jogar.
Será que Katniss esta preparada para lutar até a morte com o intuito de rever pelo menos mais uma vez sua família?

Entre nesta jornada de aventuras, onde a comida é essencial para manter-lo vivo e cada passo pode estar sendo monitorado pelo mundo inteiro. Com toda certeza se você gosta de romance e aventura você irá adorar este livro que proporciona a você leitor os dois gêneros de leitura que irão de fascinar desde a primeira página até a página 400

Nenhum comentário:

Postar um comentário