1 de dez de 2012

Resenha: E o vento levou


Enfim mais um post, eu sei que falei em voltar só em dezembro, mas como hoje é um dia anterior a uma das provas é melhor eu ficar descansando... e como eu faria isso? Postando no blog \o/

As 951 páginas ficaram paradas relativamente pouco tempo na minha estante, apenas uns seis meses. Eu tinha desistido de ler umas 3 vezes, mas caso você tenha interesse vá lendo devagar que quando chegar ao capítulo 4 não vai querer mais sair de casa sem ele.. pensando bem isso foi um probleminha, porque eu tinha que parar a magnifica história de Scarlett O’Hara para ouvir a pessoa falando que já assistiram ao filme e duvidando que eu estivesse mesmo lendo o livro, whatever...

Foi a primeira vez que comecei a usar post-its para marcar as páginas perfeitas e foram tantas citações maravilhosas que o livro esta parecendo um arco íris de rabos coloridos.

A história acontece no século XIX na vida pacifica no sul dos Estados Unidos, no condado de Clayton, muito próximo a Atlanta. Lá vive, na fazenda Tara, a família O'Hara (rimou kkk) e como muitas das famílias tradicionais da época eles eram, bem... tradicionais, mas claro que a protagonista Scarlett O'Hara tinha que ser diferente, para desgosto de sua mãe: Ellen O'Hara, que critica a filha por adorar ser paquerada (e outras coisinhas a mais)

A história é calma até esse ponto, até que Margaret Mitchell retrata o que aconteceu na Guerra Civil norte-americana, onde soldados ianques estão com suas tropas indo em direção a Atlanta que era o centro comercial da época.

Por vários motivos Scarlett esta em Atlanta, bem no momento da invasão do exercito, mas isso não era o pior, pois ela estava sozinha, longe de Tara e com Melanie, uma mulher que estava prestes a parir o filho. Nenhum médico esta em condições de ir ajuda-la e bem na hora do nascimento a única escrava que estava com ela desmente que sabia fazer o papel de parteira e a unica coisa que Scarett tinha prometido para seu grande amor e marido de Ashley Wilkes era que cuidaria de Melanie, mas e agora, o que fazer?

Você deve ter percebido que não falei muito do romance que tantos falam, isso porque o livro não é apenas uma história de amor e sim ele conta aventuras e malandrices de Scarlett O'Hara, as quais esta resenha ficaria imensa se fosse criar uma duvida na cabeça de você leitor para cada acontecimento, pois quando você pensa que esta acabando PIMBA! Alguma coisa acontece e gera um novo rumo magnífico para a história.

Eu realmente recomendo que leiam, e se puder comentar sobre a resenha, é só escrever ai em baixo. 

Um abraço e até a próxima.

2 comentários:

  1. Anônimo8/16/2015

    Melhor quote do livro?

    ResponderExcluir
  2. Ah Senhor! Preciso ler esse livro para um desafio mas estou achando chato pra caramba, mas já estou no capítulo 3 então vou esperar mais um pouco, seguindo tua dica. (Nada melhor que post-it's <3 )

    Abraço,
    mognoazul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir