12 de jul de 2012

Cultura da literatura - Capítulo 1 (Abertura/Poemas)

Pessoal, esta é uma das novidades que começarei a postar aqui no blog. Nessa nova "série" chamada Cultura da literatura tentarei abordar diversor temas do mundo literário, como a história de grandes autores nacionais e estrangeiros, história do livro e algumas curiosidades sobre esse maravilhoso mundo da literatura.


Como todos sabem, ou deveriam saber, a vida é composta por momentos tristes e felizes. Estes momentos estão sempre presentes em qualquer pessoa e você é sempre o culpado pelo seu estado de espirito. Claro que muitas vezes não é possível controlar esse tipo de coisa e é para isso que existe a poesia. O poema é sim uma forma implícita de se viver, como a musica. Grandes mestres escreviam poemas não com a mente mas com o coração (não vamos entrar num assunto obvio que a mente que controla o coração, mas enfim) e isso fazia com que esses poemas fossem cada vez melhores.


Este é o capítulo 1 da série e nele decidi falar de poemas, como você já deve ter percebido. Existem e existiram grandes poetas no mundo, a maioria dos escritores tem o dom da poesia.
Walt Whitman, Oscar Wilde, Edgar Allan Poe, Manuel Bandeira, Fernando Pessoa, Carlos Drummont, Cecília Meireles e outros tantos que os nomes ocupariam a página inteira são mestres nesse assunto e escreveram poemas que naturalizam a essência cultural de qualquer pessoa.


A imagem acima com certeza deve ter feito vocês pensarem no maravilhoso poema de Carlos Drummont.
No meio do caminho tinha uma pedra

tinha uma pedra no meio do caminho

tinha uma pedra

no meio do caminho tinha uma pedra.

Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas.
Nunca me esquecerei que no meio do caminho


tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.

Adoro esse poema pois gosto de ver o modo com que Drummont cria um acontecimento tão sério que transparece algo insignificante para os olhares do dia-a-dia.


A história: O poema surgiu e predominou primeiramente a Grécia antiga, sendo a principal forma da literatura. Homero foi um dos grandes nesse assunto, com poemas épicos (um dos gêneros dos poemas grecianos) como Ilíada - considerado o mais antigo da literatura ocidental - Hoje alguns acreditam que Homero não existiu e fez parte de uma construção lendária.


Espero que tenham gostado e muitos capítulos ainda estão por vir!


Livreiro Maluco

Nenhum comentário:

Postar um comentário